Assuntos de Goiás TV

sábado, 30 de junho de 2012

Romário adora a confusão @Reinaldo_Cruz @Assuntosadegoias @QBTV2 @QB_7 @Cnn_br @R49_ @Goias_ec @BUG_SPL

Romário viu seu nome ganhar as manchetes nacionais e internacionais na última semana. Mas dessa vez era apenas um xará: Romarinho, de 21 anos, que ganhou notoriedade ao marcar duas vezes para o Corinthians no clássico com o Palmeiras e, três dias depois, garantir o empate contra o Boca Juniors, em La Bombonera, na primeira final da Libertadores.
"Tenho que parabenizar o garoto por esse brilhante início de carreira, marcando gols contra dois grandes rivais. Tem que ver como uma esperança para o futuro do futebol brasileiro. Que ele continue do jeito que vem fazendo. Aproveite as oportunidades, ele é um garoto muito jovem, que ainda tem muito que aprender. Desejo boa sorte", disse Romário.
O jovem atacante inclusive foi confundido com o filho do deputado federal por um jornal português e outro argentino. Apesar dos elogios ao corintiano, Romário não o vê como seu sucessor. "O cara sou eu. E o carinha é o Romarinho, meu filho", disse citando o jogador da base do Vasco e que fará testes no Barcelona B em breve.
Com passagens marcantes por Vasco e Flamengo, o ex-atacante deixa a rivalidade de lado e garante torcida pelo Corinthians no jogo da próxima quarta-feira, no Pacaembu, que pode garantir o primeiro título do torneio continental ao clube paulista.
"Vou torcer pelo Corinthians por dois motivos: Primeiro porque tenho muito respeito pelo clube e sempre gostei da torcida deles. Segundo porque é contra um time da Argentina e temos de ganhar deles em tudo. Acredito que o Corinthians vai conquistar esse título inédito", apostou Romário.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

@Assuntosdegoias @QBTV2 @Qb_7 @Cnn_br @R49_ @Goias_ec @Reinaldo_Cruz #GilsonCaroço http://pic.twitter.com/V5ntyi4b

domingo, 24 de junho de 2012

JOGO Histórico na Série B @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @R49_ @QBTV2 @QB_7 @Cnn_Br @BUG_SPL @Goias_ec

Tudo parecia em ordem para os lados do Vitória quando abriu 3 a 0 sobre o Goiás em apenas 20 minutos de bola rolando no Serra Dourada, mas o time do técnico Enderson Moreira teve uma reação histórica e conseguiu a virada para 4 a 3. Dessa forma, o time baiano desperdiça a chance de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B e o Goiás encerra uma série de partidas sem vitória.
 Marquinhos e Neto Baiano (duas vezes) inauguraram a contagem aos 13, 18 e 19 do primeiro tempo, mas o Goiás iniciou a reação com David, aos 34 minutos. Na segunda etapa, tamanha pressão, o Esmeraldino definiu a igualdade com Ricardo Goulart, aos 16, e Renan Oliveira, que havia acabado de entrar para fazer sua estréia, aos 31. Aos 42, em discutido pênalti, Rafael Tolói concluiu a virada.
Na próxima rodada, o Goiás, atual nono colocado, com 11 pontos, entra em campo já na terça-feira, novamente no Serra Dourada, diante do Guaratinguetá, enquanto o Vitória, que permaneceu em quarto, com 13, só joga sábado, contra o Avaí, de volta ao Barradão e pensando novamente na liderança da Série B.


sábado, 23 de junho de 2012

Rio + 20 foi frustrante @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @R49_ @QBTV2 @QB_7 @Cnn_Br @BUG_SPL @Goias_ec

Faça uma visita
No último dia da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, os dois mundos opostos se encontraram. Não convergiram, mas marcaram posição na Rio + 20, que encerrou com um certo travo de descontentamento na boca dos que esperavam um avanço mais significativo nos compromissos dos líderes mundiais a respeito do desenvolvimento sustentável. Integrantes da Cúpula dos Povos, evento da sociedade civil paralelo à Rio+20, realizado no Aterro do Flamengo, entregaram ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, no Riocentro, um documento que explicita o que pensam e querem os diversos movimentos sociais em relação ao futuro do planeta.
O texto do documento foi elaborado a partir de cinco plenárias organizadas pelos grupos envolvidos na programação da Cúpula dos Povos. No Riocentro, o documento foi entregue por Iara Pietrovsky, integrante da articulação da cúpula.
Ban Ki-moon recebeu o documento e a comissão, mas adiantou que nada seria alterado no texto final discutido e aprovado pelos líderes das nações nos dias da Conferência. “Nosso posicionamento é totalmente contrário ao que foi estabelecido no texto final feito pelos países desenvolvidos. A economia verde, por exemplo, é apenas mais uma máscara que o capitalismo está usando para mercantilizar a natureza e os bens comuns”, disse a ativista Tika Morena. Os movimentos sociais pretendiam realizar uma caminhada da Cúpula dos Povos até a Lapa, para o encerramento oficial do evento paralelo. A caminhada foi suspensa. Pela manhã, os pontos principais discutidos em plenária foram levados ao conhecimento dos participantes da Cúpula dos Povos. Algumas posições eram controversas, como a total legalização de todo tipo de drogas. Posicionamentos em relação a comunidades indígenas, negras e outras consideradas minorias foram apresentados também.



sábado, 16 de junho de 2012

ONU afirma que Documento tem 38% concluído @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @R49_ @QBTV2 @QB_7 @Goias_ec

A quatro dias da chegada dos chefes de Estado e governo à Rio+20, as negociações para o documento final da conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável alcançam quase 38% de consenso. De acordo com o diretor do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da ONU, Nilchil Seth, 119 parágrafos foram aprovados em referendo.
Neste sábado, os negociadores entraram em uma nova etapa de debates. A partir deste fim de semana, por recomendação do Brasil, que assumiu o comando das negociações, estão sendo feitas consultas informais em quatro grupos temáticos na tentativa de negociar o fim dos impasses até o dia 19 – véspera das reuniões de cúpula dos chefes de Estado e de Governo.
A ideia é encaminhar aos líderes políticos um documento com o mínimo de controvérsias. O Brasil quer esgotar as tentativas na busca de consenso. Ontem (15) os negociadores fizeram duas etapas de reuniões. Os brasileiros informaram que não aceitarão mais mudanças de forma, apenas de conteúdos específicos.


quarta-feira, 13 de junho de 2012

CPI vota quinta quebra de sigilo de Perillo @Reinaldo_Cruz @QBTV2 @R49_ @QB_7 @Assuntosdegoias @CNN_BR

Governador Marconi Perillo depôs na CPI do Cachoeira
Perillo e Agnelo ao lado da Presidenta Dilma em Brasília
O relator da CPI do Cachoeira, deputado federal Odair Cunha (PT-MG), afirmou nesta terça-feira (12) que na próxima quinta (14) será analisado o pedido de quebra do sigilo telefônico do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). De acordo com Cunha, a versão dada por Perillo sobre a venda de sua casa é diferente do que aponta a Policia Federal.
A CPI investiga as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários e, nesta terça, ouviu por mais de 8 horas o governador de Goiás. Ele negou envolvimento pessoal com o contraventor e também rejeitou suspeitas de que o grupo que explorava o jogo ilegal no estado tivesse algum tipo de influência em sua gestão.
Ao propor a quebra de sigilo telefônico durante a sessão desta terça, Cunha causou tumulto com parlamentares do PSDB, que se dirigiram aos gritos ao relator. "Ele [Perillo] não é investigado.
[...] O relator se perde, ele está aqui como testemunha", gritou o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP).
Cunha rebateu enfatizando conclusão da PF de que Cachoeira seria o real comprador do imóvel. "Temos uma versão dos fatos que é dada por Perillo. Ele diz que vendeu a casa para Garcez, que vendeu para o Walter Paulo. A investigação da Policia Federal aponta que essa casa foi comprada pelo senhor Carlos Cachoeira, que teria pago pelo seu sobrinho", disse o relator após o encerramento da sessão.
O relator também informou que outros depoimentos e quebras de sigilo servirão de base para a elaboração do documento final da CPI. "A investigação esta em aberto e nós vamos investigar quem está com a verdade, se o governador Marconi Perillo ou se a Polícia Federal", declarou.
O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) disse ser "urgente" a quebra de sigilo da empresa que emitiu os três cheques de pagamento da casa de Marconi Perillo, a Excitant Indústria e Comércio de Confecções. Ele defendeu também a quebra de sigilo do governador. “Fica urgente que, na sessão de quinta-feira, nós quebremos o sigilo bancário e fiscal da Excitant”, afirmou Rodrigues ao deixar a CPMI.

Lula
Cunha ainda, negou ter recebido orientações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a sua atuação na CPI. "Não recebi ligação do presidente Lula nem antes nem durante o processo (da CPI)", disse o deputado.
Durante o depoimento, parlamentares ligaram a convocação de Perillo a uma suposta intenção do PT e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em ofuscar o julgamento do mensalão, marcado para agosto no Supremo Tribunal Federal. Eles alegam que Perillo está sendo perseguido por ter supostamente alertado o ex-presidente antes do escândalo, em 2005.

Agnelo
Ao final do depoimento, o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), disse que tem confiança na "qualidade do depoimento" de Perillo e provocou os petistas ao lembrar que nesta quarta-feira (13) será a vez de o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, prestar esclarecimentos à comissão. "Vamos nos preparar amanhã e ver se o PT tem a mesma segurança no seu governador".
O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, desqualificou as denúncias contra Perillo e disse que os petistas "levaram um banho total". "Não tem denúncia objetiva, não tem nada. Isso é tudo conversa, é tudo marola, espuma. Os fatos são absolutamente irrelevantes, não são consequentes, não são contundentes, não são provados. São versões atribuídas a pessoas vagas a situações também vagas", disse.
Já o vice-presidente da CPMI, Paulo Teixeira (PT-SP), afirmou que o depoimento não foi suficiente para tirar todas as dúvidas em relação à participação do governador nas atividades de Carlinhos Cachoeira. "A questão da casa não está resolvida. Porque cada dia mais prova que é um dinheiro da Delta e da organização do Carlos Cachoeira. Então tem que aprofundar as investigações".
Para Cândido Vaccarezza (PT-SP), Perillo ainda tem muito o que explicar sobre a venda de sua casa. "Quem acusou o governador Marconi foi a Polícia Federal. A sociedade e a CPI terão muito ainda o que investigar. É claro que não foram suficientes as explicações sobre a casa", declarou o deputado.

Leia Mais...


terça-feira, 12 de junho de 2012

Após inquirir Perillo, PT pedirá quebra de sigilos @Reinaldo_Cruz @QBTV2 @QB_7 @assuntosdegoias @R49_

Marconi Perillo não fugiu de nenhuma pergunta na CPI
Em meio ao depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), à CPI que investiga o bicheiro Carlinhos Cachoeira, o líder do PT na Câmara, deputado Jilmar Tatto (SP), afirmou nesta terça-feira (12) que pedirá as quebras de sigilo bancário e fiscal do tucano. Contrariando o tom ameno dos questionamentos de petistas durante a sessão, ele afirmou que o oposicionista "falou, falou, falou, mas não disse nada" sobre suas relações com o contraventor. O depoimento começou às 10h30 dessa manhã e já dura quase cinco horas.

"Ele não explicou nada e seria muito importante que tivéssemos acesso aos sigilos fiscal e bancário do governador, não só aquele pedacinho que ele trouxe hoje", disse Tatto, em referência a documentos trazidos por Perillo datados do período em que vendeu uma casa por R$ 1,4 milhão. A dúvida da Polícia Federal e da CPI é se o dinheiro veio do empresário Walter Paulo Santiago ou do próprio Cachoeira, graças a um intermediário. A compra da casa, segundo Perillo, foi feita em três cheques, depositados na conta bancária dele e declarados em seu imposto de renda.

"O governador veio, fez um discurso bonito, mas vamos solicitar a quebra de sigilo. Ele teve seu momento para se explicar. Agora a CPI precisa de outras medidas para comprovar que ele não está dizendo a verdade. Ele diz que veio espontaneamente à comissão. Quero ver se ele abrirá seu sigilo espontaneamente", afirmou o líder petista, que, no entanto, não sugere a mesma medida para o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), que falará na quarta-feira (13).

Fonte: Uol

domingo, 10 de junho de 2012

Álvaro Dias diz que Cachoeira é a Delta @Aparecida_ @Reinaldo_Cruz @r49_ @qb_7 @qbtv2 @assuntosdegoias



sábado, 9 de junho de 2012

Vitória bate o Boa e vai p/G4 @Reinaldo_Cruz @Goias_EC @qb_7 @R49_ @Aparecida_ @Assuntosdegoias @QBTV2

O Vitória novamente utilizou a bola parada para pontuar no Brasileiro da Série B. Dessa vez, a equipe aproveitou duas faltas na entrada da área do Boa Esporte para marcar os gols que garantiram o triunfo por 2 a 1 sobre a equipe mineira, nesta sexta-feira, em Varginha.


Messi venceu Brasil só 1 vez @Reinaldo_Cruz @Goias_EC @qb_7 @R49_ @Aparecida_ @Assuntosdegoias @QBTV2

Lionel Messi, o melhor jogador do mundo na atualidade, não tem levado vida fácil quando enfrenta a seleção brasileira. O atacante argentino já enfrentou três vezes a equipe canarinho e só obteve uma vitória no jogo disputado em novembro de 2010 no Qatar e o próprio Messi fez o gol. O primeiro jogo foi disputado em 2008 no Mineirão pelas eliminatórias e acabou empatados sem gols. Em 2009, em Rosário, na Argentina,também pelas eliminatórias, o Brasil venceu por 3 a 1.
A seleção brasileira também leva vantagem nas estatísticas. Em 96 jogos oficiais, aconteceram 38 vitórias brasileiras, 24 empates e 34 vitórias argentinas. O Brasil marcou 150 gols do Brasil e sofreu 148 gols.
Entre as seleções olímpicas a vantagem é portenha. O Brasil venceu seis vezes contra oito vitórias argentinas e nove empates mas essas partidas não entram nas estatísticas das seleções principais.
Mas para este sábado, a Argentina esbanja confiança depois do massacre contra o Equador na recente partida das Eliminatórias da Copa do Mundo do Mundo de 2014. E mais: agora começa a ver uma nova fase do astro Lionel Messi com a camisa da seleção.
Por isso, o técnico Alejandro Sabella não poupa elogios à evolução do melhor do mundo."O Messi cresce (a cada partida)", comentou Sabella, em entrevista ao diário La Nación. "Todos nós estamos vendo o que passa, ele evolui dentro do grupo, como líder e referência", emendou.
A evolução de Messi reforça a confiança de todos os jogadores do elenco argentino. Ainda por cima, dá mais conforto ao próprio Sabella de arriscar até com um trio ofensivo, com o craque do Barcelona (ESP) ao lado de excelentes opções como Agüero e Higuaín.
"Tudo vai variar de acordo estão os jogadores e o adversário. Depende de muitas coisas. Sei do potencial da Argentina e priorizo nosso trabalho, mas também levo em conta a força do rival", explicou Sabella.

sábado, 2 de junho de 2012

@Flamengo_r10_ convoca a nação p/ guerra contra @10Ronaldinho_ @SC_Corinthian_s @Reinaldo_Cruz @QB_7

No dia seguinte à conturbada saída de Ronaldinho Gaúcho do Flamengo, cobrando uma dívida de R$ 40.177.714,00 do clube na Justiça, Patricia Amorim tomou à frente do caso. Após um pronunciamento na manhã desta sexta-feira, onde disse que a luta estava apenas começando, a presidente rubro-negra gravou um vídeo para a TV Fla, onde pede uma mobilização da torcida contra o jogador e de apoio ao time (veja ao lado).
- Essa é uma causa de todos nós. Vamos fazer mobilização nacional. Em cada canto que o Flamengo jogar, incentivar o nosso time e mostrar que o Flamengo é muito maior do que qualquer jogador, qualquer dirigente, do que qualquer passagem. O Flamengo, sim, é eterno.
Durante o discurso, ela também solicitou apoio jurídico e se apoiou na história do cube para se mostrar otimista frente à batalha judicial contra R10.
- A mobilização é nacional. Junto aos tribunais, junto aos advogados... O Flamengo hoje trabalha e vence causas trabalhistas, cíveis, de várias naturezas. Busca soluções para assuntos que há mais de 20 anos não eram solucionados. E devemos a você essa satisfação. Essa luta está apenas começando, e o Flamengo merece quem queira estar no Flamengo.



sexta-feira, 1 de junho de 2012

Eleitor: O Juiz do próprio destino @SC_Corinthian_s @Reinaldo_Cruz @10Ronaldinho_ @QB_7 @Flamengo_r10_


Reinaldo Cruz
Editor Questão Brasil
O Brasileiro que só reclama da política e dos políticos teve uma grande oportunidade de reduzir os índices de corrupção, ou até mesmo extingui-la no Brasil, que foi quando veio à tona o absurdo escândalo do mensalão.
Aquele era o momento de dar um basta botar corruptos atrás das grades, e exigir transparência e ética na política.
Mas o que aconteceu com aquela oportunidade ímpar?
Assistimos a tudo pacificamente, e vimos o então Presidente Lula dizendo que aquilo que estava acontecendo, pegando principalmente os membros da alta cúpula do PT, era normal e acontecia com todos os partidos.
Como esquecer aquela entrevista direto de Paris?
E depois ter que assistir o mandatário máximo do país dizendo que não sabia de nada, e pior dando apoio moral até hoje para todos os envolvidos.
Os políticos, sem distinção de partido ou ideologia, entenderam o feedback? TA TUDO LIBERADO.
Enquanto Lula jurava de pés juntos que não tinha conhecimento de nada o que acontecia em seu governo, enaltecia o trabalho da Polícia Federal, dizendo que nunca antes na história deste país a PF trabalhará tanto.
A Impunidade gera a continuidade e o aumento da corrupção.
Não é uma questão de ideologia, mesmo por que isso é artigo de luxo na política brasileira. Seja PT, DEM, PSDB, PMDB, PL ou qualquer outra legenda de aluguel. Se errar ou roubar, tem que ir para a cadeia.
A quebra dos sigilos bancários, fiscais, telefônicos de todo e qualquer suspeito de envolvimento nos últimos 10 anos, esclareceria muita coisa e complementaria as informações de que já dispõe a Polícia Federal.
Espero sinceramente que não façam da CPMI do Cachoeira, mas um circo que ao invés de risos, produzam apenas PIZZAS e lagrímas.
O julgamento do mensalão precisa ser realizado com urgência e as jurisprudências venham ser aplicadas aos mal feitores do caso Cachoeira, independente de quantos Perillos, Lereias e Demóstenes estejam envolvidos.
Se isso for utopia, você cidadão que é eleitor, pode ser o Juiz da sua própria história e ajudar a limpar o Brasil nas eleições que estão por vir.
Pense nisso.



Eleitor: O Juiz do próprio destino @SC_Corinthian_s @Reinaldo_Cruz @10Ronaldinho_ @QB_7 @Flamengo_r10_


Reinaldo Cruz
Editor Questão Brasil
O Brasileiro que só reclama da política e dos políticos teve uma grande oportunidade de reduzir os índices de corrupção, ou até mesmo extingui-la no Brasil, que foi quando veio à tona o absurdo escândalo do mensalão.
Aquele era o momento de dar um basta botar corruptos atrás das grades, e exigir transparência e ética na política.
Mas o que aconteceu com aquela oportunidade ímpar?
Assistimos a tudo pacificamente, e vimos o então Presidente Lula dizendo que aquilo que estava acontecendo, pegando principalmente os membros da alta cúpula do PT, era normal e acontecia com todos os partidos.
Como esquecer aquela entrevista direto de Paris?
E depois ter que assistir o mandatário máximo do país dizendo que não sabia de nada, e pior dando apoio moral até hoje para todos os envolvidos.
Os políticos, sem distinção de partido ou ideologia, entenderam o feedback? TA TUDO LIBERADO.
Enquanto Lula jurava de pés juntos que não tinha conhecimento de nada o que acontecia em seu governo, enaltecia o trabalho da Polícia Federal, dizendo que nunca antes na história deste país a PF trabalhará tanto.
A Impunidade gera a continuidade e o aumento da corrupção.
Não é uma questão de ideologia, mesmo por que isso é artigo de luxo na política brasileira. Seja PT, DEM, PSDB, PMDB, PL ou qualquer outra legenda de aluguel. Se errar ou roubar, tem que ir para a cadeia.
A quebra dos sigilos bancários, fiscais, telefônicos de todo e qualquer suspeito de envolvimento nos últimos 10 anos, esclareceria muita coisa e complementaria as informações de que já dispõe a Polícia Federal.
Espero sinceramente que não façam da CPMI do Cachoeira, mas um circo que ao invés de risos, produzam apenas PIZZAS e lagrímas.
O julgamento do mensalão precisa ser realizado com urgência e as jurisprudências venham ser aplicadas aos mal feitores do caso Cachoeira, independente de quantos Perillos, Lereias e Demóstenes estejam envolvidos.
Se isso for utopia, você cidadão que é eleitor, pode ser o Juiz da sua própria história e ajudar a limpar o Brasil nas eleições que estão por vir.
Pense nisso.



Seguidores