Assuntos de Goiás TV

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Dívidas, sonegações, desvios, DRU... Mais de R$ 2 trilhões deixam de ir para a Previdência


Dívidas, sonegações, desvios, DRU... Mais de R$ 2 trilhões deixam de ir para a Previdência

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Josias de Souza: No relatório contra Temer, o óbvio

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Delegado Waldir vai ao STF para retomar vaga na CCJ e votar na admissibilidade da denúncia contra Temer

O deputado federal Delegado Waldir (PR-GO) entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (11) no qual pede para retomar a vaga na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

O parlamentar, que ocupava o posto de titular na comissão, foi substituído pelo PR nesta segunda-feira (10), como parte de uma estratégia do partido de tirar da CCJ deputados contrários ao presidente Michel Temer. A comissão votará nos próximos dias um parecer pela admissibilidade da denúncia por corrupção passiva contra o presidente.

No mandado ao STF, o delegado Waldir diz ser vítima de perseguição por representar ameaça aos interesses do governo, uma vez que votaria pela admissibilidade da denúncia.

"Sabedor de que a tendência do voto do relator, deputado Sérgio Zveiter, seria pela admissibilidade da denúncia, e tendo um placar desfavorável à sua pessoa, o Exmo. presidente Michel Temer vem realizando inúmeras manobras no sentido de angariar 41 votos a seu favor. Dentre essas manobras está a troca de membros que compõe a CCJ, por deputados de partidos aliados que manifestam apoio à Michel Temer", escreveu o deputado.

Na segunda-feira, o parlamentar manifestou indignação com a notícia de que havia sido substituído na CCJ. Ele chamou a estratégia do partido de "nojenta" e disse que foi vendido.

“Soube através da imprensa que fui tirado [da CCJ]. Me venderam. Fui vendido. Nojento isso. É barganha, é barganha. Sabe o que é barganha para se manter no governo? É isso, é barganha. Organização criminosa, e daí não medem consequências. Arrebentam com a vida, com a moral de uma pessoa", afirmou o deputado na ocasião.


Desde 26 de junho – dia em que o procurador-geral de República, Rodrigo Janot, apresentou a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva –, partidos governistas, segundo a assessoria da CCJ, fizeram 17 substituições de deputados titulares e suplentes da CCJ.

As legendas governistas que são fiéis a Temer foram responsáveis por 10 mudanças na CCJ nas últimas duas semanas – o que corresponde a 15% dos 66 participantes do colegiado.

Só nesta segunda-feira (10), o PR anunciou a substituição de quatro de seus cinco integrantes titulares no colegiado.

Líder do PR na Câmara, José Rocha (BA) afirmou na ocasião que os deputatos do partido que foram realocados recentemente na CCJ estão “confortáveis” para votar contra a denúncia..

Um dos novos titulares da Comissão de Constituição e Justiça é um dos mais ferrenhos integrantes da "tropa de choque" de Temer na Câmara, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS).

Para acomodar o deputado do Mato Grosso do Sul em uma cadeira de titular, o líder do PMDB na Casa, Baleia Rossi (SP), teve que fazer duas movimentações no xadrez político que virou a CCJ. Em 30 de junho, Marun foi nomeado suplente da comissão, substituindo Valtenir Pereira (MT), que havia trocado o PMDB pelo PSB.

Dez dias depois, Marun foi deslocado para a cadeira de José Fogaça (PMDB-RS), peemedebista que vinha emitindo sinais de que poderia votar a favor da denúncia.

domingo, 9 de julho de 2017

A POLITICA NO BRASIL


Wlillia Waack recebe os prof. de Relações Internacionais: Gunther Rudizit /fac Rio Branco, Alexandre Fuccille/ Unesp e Guilherme Casarões/FGV para discutir o G20 no atual cenário mundial.

sábado, 8 de julho de 2017

Temer diz que não existe crise no Brasil


A abertura do G20 foi marcada por mais um dia de protestos violentos nas ruas de Hamburgo. Ao chegar à Alemanha para a reunião, o presidente Michel Temer disse que não existe crise econômica no Brasil.

ARTICULAÇÃO PARA MAIA VIRAR PRESIDENTE CRESCE NOS BASTIDORES



A Polícia Rodoviária Federal anunciou que vai diminuir o patrulhamento e fechar postos nas estradas. O orçamento da Polícia Rodoviária caiu pela metade.

No final de junho, a Polícia Federal suspendeu a emissão de passaportes e reclamou de que não tem dinheiro bastante para transporte. Uma empresa estatal começou a pedir doações de computadores. É a Empresa de Planejamento Energético, que faz os planos de expansão da produção de energia no Brasil, em especial energia elétrica. Mais de metade do orçamento da empresa foi cortado. São apenas alguns exemplos recentes de que a pindaíba do governo federal começa a ficar crítica. Há coisa mais grave. 

Hospitais federais têm atendido mais gente, porque muitas pessoas perderam o plano de saúde, porque estão desempregadas. Mas não tem verba para atender essa procura extra.

A receita do governo cai, as despesas não caem o suficiente. Algumas, crescem demais. A despesa da Previdência cresceu mais de 7% este ano. Muito mais grave, o gasto com salários e aposentadorias do funcionalismo federal cresceu quase 12%. Desconsideradas essas despesas, o resto do gasto do governo federal caiu 15%. O gasto em obras caiu mais de 50%.
Chegamos ao limite de cortes. Para cortar mais, o governo vai suspender ou piorar serviços. 

Para remendar a situação, o governo está planejando algum aumento de imposto, como o da gasolina. Ou voltar a cobrar logo contribuições de certos setores para o INSS, que passaram a pagar menos no governo Dilma Rousseff.

Mas os remendos não vão bastar. É preciso conter o aumento do gasto obrigatório, em Previdência e com o funcionalismo. É preciso que o país volte a crescer logo, sem o que não haverá mais receita de imposto. Vai ser preciso cobrar muito imposto novo, de preferência dos mais ricos, pois chegamos a um buraco muito fundo.

A gente corre o risco de enfrentar problemas como os do governo do Rio. Enquanto isso, a maioria do governo e do Congresso se dedica a discutir como vai fugir da polícia.

A pindaíba do governo fica crítica

A Polícia Rodoviária Federal anunciou que vai diminuir o patrulhamento e fechar postos nas estradas. O orçamento da Polícia Rodoviária caiu pela metade.

No final de junho, a Polícia Federal suspendeu a emissão de passaportes e reclamou de que não tem dinheiro bastante para transporte. Uma empresa estatal começou a pedir doações de computadores. É a Empresa de Planejamento Energético, que faz os planos de expansão da produção de energia no Brasil, em especial energia elétrica. Mais de metade do orçamento da empresa foi cortado. São apenas alguns exemplos recentes de que a pindaíba do governo federal começa a ficar crítica. Há coisa mais grave. 

Hospitais federais têm atendido mais gente, porque muitas pessoas perderam o plano de saúde, porque estão desempregadas. Mas não tem verba para atender essa procura extra.

A receita do governo cai, as despesas não caem o suficiente. Algumas, crescem demais. A despesa da Previdência cresceu mais de 7% este ano. Muito mais grave, o gasto com salários e aposentadorias do funcionalismo federal cresceu quase 12%. Desconsideradas essas despesas, o resto do gasto do governo federal caiu 15%. O gasto em obras caiu mais de 50%.
Chegamos ao limite de cortes. Para cortar mais, o governo vai suspender ou piorar serviços. 

Para remendar a situação, o governo está planejando algum aumento de imposto, como o da gasolina. Ou voltar a cobrar logo contribuições de certos setores para o INSS, que passaram a pagar menos no governo Dilma Rousseff.

Mas os remendos não vão bastar. É preciso conter o aumento do gasto obrigatório, em Previdência e com o funcionalismo. É preciso que o país volte a crescer logo, sem o que não haverá mais receita de imposto. Vai ser preciso cobrar muito imposto novo, de preferência dos mais ricos, pois chegamos a um buraco muito fundo.

A gente corre o risco de enfrentar problemas como os do governo do Rio. Enquanto isso, a maioria do governo e do Congresso se dedica a discutir como vai fugir da polícia.

Desde quando compra de votos é harmonia entre poderes


E agora o comentário de Josias de Souza direto de Brasília. Ele fala sobre a defesa do Presidente Temer.

Deputados fazem contas sobre Temer


E agora o comentário de Josias de Souza direto de Brasília. Ele fala sobre a defesa do Presidente Temer.

Fatos novos desabam sobre Temer


E agora o comentário de Josias de Souza direto de Brasília. Ele fala sobre o estremecimento da relação entre o Presidente Temer e Rodrigo Maia, Presidente da Câmara.

PSDB sinaliza apoio à Maia antes de abandonar Temer


Jornalista critica a fala do líder do governo no Congresso, que afirmou estar sendo perseguido junto com outros políticos. Romero Jucá ainda disse que o foro privilegiado não pode ser uma “suruba” exclusiva de alguns grupos.

Boechat sobre Romero Jucá: alcunha é de ladrão, não bruxo


Jornalista critica a fala do líder do governo no Congresso, que afirmou estar sendo perseguido junto com outros políticos. Romero Jucá ainda disse que o foro privilegiado não pode ser uma “suruba” exclusiva de alguns grupos.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Josias de Souza: Temer: muito ataque, nenhuma defesa


E agora o comentário de Josias de Souza direto de Brasília. Ele fala sobre o pronunciamento de Michel Temer.

sábado, 24 de junho de 2017

Atlético MG: Conhecimento o único bem que nada nem ninguém tira de você #ReinaldoCruz – Discutindo Tudo

Conhecimento, o único bem que nada nem ninguém tira de você, a decisão de dividir o conhecimento adquirido ou leva lo para o túmulo também é sua... 

Escolhi dividir o pouco que aprendi com o mundo, ou pelo menos criar mecanismos que possibilitem mais e mais pessoas terem acesso a educação e ao conhecimento. 
Não sou Professor, a mais nobre das profissões, mas tento ser um empreendedor da comunicação, que além de informação cotidiana, corriqueira e cada vez mais preocupantes, do tipo que você já esta acostumado a ver neste espaço, vou trabalhar a ideia que possibilite distribuir não só informações, mas que gere de forma consistente a riqueza do conhecimento... 
Exemplo: o cidadão brasileiro não precisa só ser informado sobre operações da Lava Jato, Reformas que podem retirar ou não direitos, ou quem vai ser preso ou não; é preciso levar até as pessoas, do mais simples ao mais burguês, o que diz a nossa Constituição, quais são seus direitos e deveres em relação a tudo que acontece a nossa volta... 
É nisso que estou gastando o meu tempo, que assim como o de qualquer pessoa é precioso e escasso. É nessa empreitada que estou concentrando minhas energias no momento, estou empenhado em tirar do papel o que na visão de alguns é apenas mais uma utopia nestes tempos bicudos, em um país onde nem todos valorizam a retidão, preferindo a esperteza do jeitinho. 
Temos que focar e fazer disto um ideal que pode ser um instrumento útil para todos.
Não adianta usar a Internet para criticar políticos sem compromisso, muitas vezes corruptos, mostrar as mazelas deste país sob o viés deste ou aquele partido para então pedir aos cidadãos para mudar, renovar, não reeleger, evitar políticos sem escrúpulos do tipo que só querem regalias, cuja a única preocupação é com seus privilégios. 
É preciso corrigir o curso desta nação, analisando se os eleitores tem ou não conhecimento necessário sobre a sua atuação no processo e quais são as atribuições que os escolhidos direta ou indiretamente para representa los tem nos poderes executivo, legislativo e judiciário. 


O tema é simples e ao mesmo tempo complexo, para tratar de determinados assuntos, necessito que todos participem, pois só através da educação e do conhecimento de todos poderemos de fato mudar nosso bairro, cidade, estado e o país. 

Vamos desenvolver a nossa comunidade colaborativa voltada para o empoderamento das pessoas enquanto cidadãos por meio do conhecimento!

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=BUI1JU6dP3g]
Fonte: Assuntos de Goiás: Conhecimento o único bem que nada nem ninguém tira de você

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

NA VALA COMUM da POLÍTICA e da Corrupção: A LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA. AÉCIO NEVES FAZ O PSDB SANGRAR

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

domingo, 11 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

AÉCIO E TEMER VIRARAM PESO PARA O PSDB QUE CONTINUA VIVENDO DILEMA: "SER ou NÃO SER GOVERNO"


AÉCIO E TEMER VIRARAM PESO PARA O PSDB QUE CONTINUA VIVENDO DILEMA: "SER ou NÃO SER GOVERNO"

sábado, 10 de junho de 2017

Após desastre na Cracolândia, Doria se vê obrigado a planejar ações da Prefeitura de SP  | Minha Otica Sobre Politica

Após duas semanas da operação policial desastrosa feita na Cracolândia, a gestão de João Doria não desistiu de retirar os usuários de drogas do local, a Prefeitura de São Paulo pelo menos caiu em si, ouvindo especialistas e dedicando seus esforços para que haja o mínimo de planejamento que tem se voltado para a internação e tratamento dos dependentes. 

Nos últimos dias, passaram a circular pela região carros de som com mensagens convidando pessoas para atendimento nos postos instalados na Rua Helvética, onde há maior concentração de usuários de drogas.
 



São louváveis os esforços do Prefeito para revitalizar o local, livrando a população do pesadelo que é a Cracolândia, depois das severas críticas que recebeu, o político que se diz gestor resolveu dar a mão à palmatória, mesmo sem admitir passou a planejar melhor ações na região. 

Tudo se deu de forma intempestiva depois que o Doria e Alkimin foram passear em Nova York, diante de uma boa história que é um exemplo para o planeta, voltaram cheios de ideias e nenhum planejamento... 

Deu no que deu, o resto da história você já conhece.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

João Doria promete fazer curso de reciclagem para recuperar a habilitação – É da Minha Conta

Conforme a Folha de S.Paulo revelou, a suspensão do direito de dirigir vigorou entre 13 de janeiro e 12 de março e se deu porque o prefeito acumulou mais de 20 pontos na carteira após uma série de infrações, a maioria delas por excesso de velocidade.
 

Durante a campanha, o tucano criticou duramente o que chama de "indústria da multa" e cumpriu a promessa de aumentar os limites das marginais Tietê e Pinheiros se eleito. 

Hoje, mesmo com o prazo de punição vencido, Doria continua impedido de dirigir, já que ainda não participou do curso de reciclagem obrigatório de 30 horas para recuperar a sua habilitação. 

O Esquema do Aécio na presidência do PSDB pode ter pago Janaína Paschoal com dinheiro de corrupção para bancar o Impeachment

segunda-feira, 5 de junho de 2017

MICHEL TEMER É FLAGRADO EM LIGAÇÕES PERIGOSAS E MANCHA SUA BIOGRAFIA de VEZ

Aliados de Michel Temer temem uma delação de Rocha Loures, preso em Brasília

O Governo de Michel Temer nem teve tempo de comemorar o PIB positivo revelado esta semana pelo IBGE, o Presidente não acreditava que o STF levaria até o fim o pedido de prisão de Rocha Loures. Opositores comemoram a prisão por entender que se o suplente de deputado do Paraná fizer uma delação premiada e contar todos os detalhes que envolvem o Presidente da República, o Governo sofrerá um abalo tão forte que pode pôr fim a sua trajetória.
 

A delação da JBS, com gravações clandestinas ou não, colocou em maus lençóis o Presidente Michel Temer e o Senador Aécio Neves. As revelações atingiram de uma só vez o coração do Governo e o fígado do PSDB; é quase impossível que tanto Michel Temer quanto o PSDB, como um todo, consiga dar prosseguimento aos planos políticos após este triste episódio na história da República, assim como ocorreu com o Partido dos Trabalhadores quando pipocaram denúncias contra seus integrantes, o PSDB espera para os próximos meses uma debandada de políticos que visam a eleição ou reeleição em 2018. 


 Leia mais... Rocha Loures é preso na manhã deste sábado, diz advogado - 03/06/2017 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo

domingo, 4 de junho de 2017

Aliados de Michel Temer temem uma delação de Rocha Loures, preso em Brasília

O Governo de Michel Temer nem teve tempo de comemorar o PIB positivo revelado esta semana pelo IBGE, o Presidente não acreditava que o STF levaria até o fim o pedido de prisão de Rocha Loures. Opositores comemoram a prisão por entender que se o suplente de deputado do Paraná fizer uma delação premiada e contar todos os detalhes que envolvem o Presidente da República, o Governo sofrerá um abalo tão forte que pode pôr fim a sua trajetória.
 

A delação da JBS, com gravações clandestinas ou não, colocou em maus lençóis o Presidente Michel Temer e o Senador Aécio Neves. As revelações atingiram de uma só vez o coração do Governo e o fígado do PSDB; é quase impossível que tanto Michel Temer quanto o PSDB, como um todo, consiga dar prosseguimento aos planos políticos após este triste episódio na história da República, assim como ocorreu com o Partido dos Trabalhadores quando pipocaram denúncias contra seus integrantes, o PSDB espera para os próximos meses uma debandada de políticos que visam a eleição ou reeleição em 2018. 


 Leia mais... Rocha Loures é preso na manhã deste sábado, diz advogado - 03/06/2017 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo

sábado, 3 de junho de 2017

Aliados de Michel Temer temem uma delação de Rocha Loures, preso em Brasília

O Governo de Michel Temer nem teve tempo de comemorar o PIB positivo revelado esta semana pelo IBGE, o Presidente não acreditava que o STF levaria até o fim o pedido de prisão de Rocha Loures. Opositores comemoram a prisão por entender que se o suplente de deputado do Paraná fizer uma delação premiada e contar todos os detalhes que envolvem o Presidente da República, o Governo sofrerá um abalo tão forte que pode pôr fim a sua trajetória.
 

A delação da JBS, com gravações clandestinas ou não, colocou em maus lençóis o Presidente Michel Temer e o Senador Aécio Neves. As revelações atingiram de uma só vez o coração do Governo e o fígado do PSDB; é quase impossível que tanto Michel Temer quanto o PSDB, como um todo, consiga dar prosseguimento aos planos políticos após este triste episódio na história da República, assim como ocorreu com o Partido dos Trabalhadores quando pipocaram denúncias contra seus integrantes, o PSDB espera para os próximos meses uma debandada de políticos que visam a eleição ou reeleição em 2018. 


 Leia mais... Rocha Loures é preso na manhã deste sábado, diz advogado - 03/06/2017 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Grupo de Bandidos explode presídio e destrói casa em Guapó-Goiás | O criador de caso

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), onze presos fugiram e seis se feriram. 

Uma mulher, que estava na casa, também se machucou. Um vídeo mostra ela sendo socorrida por populares.

 
Ainda conforme a SSPAP, foram tomadas "medidas emergenciais para atendimento dos feridos e transferência dos demais presos". 
Policiais militares e civis foram acionados e conseguiram evitar novas fugas no local. 

A PM também está à procura dos detentos que escaparam. Já o Corpo de Bombeiros atua no local para prestar socorro às vítimas. 

terça-feira, 30 de maio de 2017

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

domingo, 28 de maio de 2017

Ofensiva contra Lava Jato? Temer mexe na Justiça, mantém Serraglio ministro e o foro de Loures | Minha Otica Sobre Politica

O presidente Michel Temer decidiu hoje (28) trocar o comando dos ministérios da Justiça e Segurança Pública e da Transparência. Osmar Serraglio, que estava na Justiça desde março, assumirá a Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), trocando de lugar com Torquato Jardim.
 

A saída de Serraglio foi anunciada pouco antes das 15h, por meio de nota, pela assessoria do Palácio do Planalto. Por volta das 16h30, assessores confirmaram que a mudança se trata, na verdade, de uma troca entre os titulares dos dois ministérios. O motivo da mudança não foi divulgado pelo governo.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

sábado, 27 de maio de 2017

Se houver provas, acabou para Dilma: DELAÇÃO DEvastadora de MÔNICA MOURA NA LAVA JATO | Tribuna do Rei


Delação premiada dos marqueteiros João Santana e Monica Moura para lava jato.

Assim como vem ocorrendo com as delações que citam o ex-presidente Lula, agora a lama começa a subir para Dilma Rousseff, a acusadora Mônica Moura fala com segurança e propriedade de ações ilícitas as quais estão envolvidas grandes figuras da República. Marta Suplicy que abandonou o barco petista quando a casa começou a cair, se vê agora bastante enrolada na delação da marqueteira do PT, da mesma forma a Senadora Gleisi Hoffmann com seu belo narizinho arrebitado terá muito o que explicar caso as provas do que afirmou a delatora venham a tona neste mar de lama.
O Brasil se vê as voltas com denuncias graves, enquanto os integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário perdem tempo se atacando mutuamente, numa clara intenção de desviar o foco das acusações que por si só são gravíssimas. Mônica Moura e seu marido João Santana devem ter provas cabais que podem complicar a situação de Lula, Dilma, Gleisi, Marta, Lindberg e... 

Se houver provas, acabou para Dilma: DELAÇÃO DEvastadora de MÔNICA MOURA NA LAVA JATO | Tribuna do Rei


Delação premiada dos marqueteiros João Santana e Monica Moura para lava jato.

Assim como vem ocorrendo com as delações que citam o ex-presidente Lula, agora a lama começa a subir para Dilma Rousseff, a acusadora Mônica Moura fala com segurança e propriedade de ações ilícitas as quais estão envolvidas grandes figuras da República. Marta Suplicy que abandonou o barco petista quando a casa começou a cair, se vê agora bastante enrolada na delação da marqueteira do PT, da mesma forma a Senadora Gleisi Hoffmann com seu belo narizinho arrebitado terá muito o que explicar caso as provas do que afirmou a delatora venham a tona neste mar de lama.
O Brasil se vê as voltas com denuncias graves, enquanto os integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário perdem tempo se atacando mutuamente, numa clara intenção de desviar o foco das acusações que por si só são gravíssimas. Mônica Moura e seu marido João Santana devem ter provas cabais que podem complicar a situação de Lula, Dilma, Gleisi, Marta, Lindberg e... 

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Crise política no Brasil


Os jornalistas Haisem Abaki e José Nêumanne Pinto debatem com a professora Roseli Coelho a crise política no governo Michel Temer; acompanhe

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Às voltas com a Lava Jato Geraldo Alckmin se aborreceu com João Doria em viagem a Nova York, diz revista – Profissão Político



A Revista Veja revela na coluna Radar que o Governador de São Paulo não gostou de ser tratado como eminência parda do Prefeito de São Paulo, João Doria não conseguiu disfarçar sua alegria ao saber do escândalo envolvendo o Senador Aécio Neves. 

Ao se colocar como protagonista na política brasileira, tentando viabilizar seu nome como o único capaz de enfrentar Lula na atual conjuntura do país.

João Doria colocou Alkimin em segundo plano, já que o Governador também esta às voltas coma a corrupção da Odebrebrecht e da JBS
.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Diretor da JBS Ricardo Saud cita Marconi Perillo e Jayme Rincón



Pouca gente tem duvidas que o Governador de Goiás poderá virar um novo Sérgio Cabral após terminar seu mandato. Delações da Odebrecht e agora da JBS mostram que o Governador de Goiás também é corrupto tanto quanto Sérgio Cabral. Uma pena para os goianos.

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

“Cometeu o crime perfeito”, diz Michel Temer sobre delação da JBS em pronunciamento a Nação | Questão de audiência

A sobrevivência de Michel Temer à frente do governo vai aos poucos sendo minada por aliados que não enxergam mais no ex-vice decorativo condições morais para continuar na cadeira de Presidente. A Executiva Nacional do PSB decidiu, durante reunião na sede do partido na manhã deste sábado (20) em Brasília, que o partido romperá definitivamente com o governo Michel Temer. 

O PSDB, tão enrascado quanto Temer por conta das travessuras de seu presidente afastado, pode ser o próximo partido a deixar a base aliada. Ninguém no partido tem dúvidas em execrar o Senador Aécio Neves, suspeito de corrupção até quinta geração e principal causador das piores crises políticas da história recente do Brasil. Não esta descartado o desembarque de outras legendas ainda neste final de semana, uma vez que para os dirigentes partidários, Michel Temer não tem mais condições de ficar à frente do governo com tamanha impopularidade. 
 Leia também... “Cometeu o crime perfeito”, diz Temer sobre Joesley | EXAME.com - Negócios, economia, tecnologia e carreira

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

Às voltas com a Lava Jato Geraldo Alckmin se aborreceu com João Doria em viagem a Nova York, diz revista – Profissão Político



A Revista Veja revela na coluna Radar que o Governador de São Paulo não gostou de ser tratado como eminência parda do Prefeito de São Paulo, João Doria não conseguiu disfarçar sua alegria ao saber do escândalo envolvendo o Senador Aécio Neves. 

Ao se colocar como protagonista na política brasileira, tentando viabilizar seu nome como o único capaz de enfrentar Lula na atual conjuntura do país.

João Doria colocou Alkimin em segundo plano, já que o Governador também esta às voltas coma a corrupção da Odebrebrecht e da JBS
.

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

domingo, 21 de maio de 2017

“Cometeu o crime perfeito”, diz Michel Temer sobre delação da JBS em pronunciamento a Nação | Questão de audiência

A sobrevivência de Michel Temer à frente do governo vai aos poucos sendo minada por aliados que não enxergam mais no ex-vice decorativo condições morais para continuar na cadeira de Presidente. A Executiva Nacional do PSB decidiu, durante reunião na sede do partido na manhã deste sábado (20) em Brasília, que o partido romperá definitivamente com o governo Michel Temer. 

O PSDB, tão enrascado quanto Temer por conta das travessuras de seu presidente afastado, pode ser o próximo partido a deixar a base aliada. Ninguém no partido tem dúvidas em execrar o Senador Aécio Neves, suspeito de corrupção até quinta geração e principal causador das piores crises políticas da história recente do Brasil. Não esta descartado o desembarque de outras legendas ainda neste final de semana, uma vez que para os dirigentes partidários, Michel Temer não tem mais condições de ficar à frente do governo com tamanha impopularidade. 
 Leia também... “Cometeu o crime perfeito”, diz Temer sobre Joesley | EXAME.com - Negócios, economia, tecnologia e carreira

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

Impeachment, cassação ou renúncia? Fator Lula pode levar aliados a apoiar permanência de Temer | Conexões com o Mundo

A delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista é cercada de pontos obscuros, tanto aos olhos da direita chucra, quanto dos Petralhas mais apaixonados desde a queda de Dilma Rousseff. A gravação foi editada, adulterada em pontos cruciais do dialogo afim de incriminar alguém, no caso o presidente da República. 

Aécio Neves, também comprometido com essa delação, não tem ainda no que se agarrar, pois foi gravado, teve o dinheiro rastreado e viu os elos fracos que o ligam a propina serem presos no dia seguinte as revelações de Lauro Jardim.
 

02/09/2016- São Paulo- SP, Brasil- O ex-presidente Lula participa da Reunião da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) em São Paulo. Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula


Posto isso é necessário esclarecer que, mesmo que tenha havido edições no áudio, não minimiza a gravidade do seu conteúdo, não tem como dizer que o Presidente Michel Temer esta inocente na história, pois o delator confessou lhe vários crimes e o mandatário da nação sequer informou as autoridades para que as investigações fossem feitas. O ponto nevrálgico deste imbróglio é o fato de que a PGR e o Supremo terem feito um acordo de colaboração sem nenhuma transparência, em que pese o delator ter entregado provas contundentes, mas os mesmos sequer foram presos ou vão usar tornozeleira eletrônica... Estranhíssimo ou não? 

Num primeiro momento, o Brasil inteiro foi atrás do que noticiava a Rede Globo, de forma unida estavam a Direita Chucra e os entusiasmados petistas pedindo a cabeça de Michel Temer e a prisão imediata de Aécio Neves. Passadas 72 horas das revelações Michel Temer não renunciou e a grande mídia juntamente com a Direita Chucra caiu em si que a derrocada dos golpistas de 2016, capitaneados por Aécio Neves e Michel Temer, pode significar um Lula ainda mais forte para a disputa de 2018 e a consequente ressurreição do Partido dos Trabalhadores, a "Geni" preferida da Lava jato. 

A chance de que o PT não ressurja no horizonte do Brasil, passa obrigatoriamente pela salvação de Michel Temer, mesmo que isso implique anular a delação da JBS, justo aquela que mais se aproximou de Lula em pouco mais de dois anos de Operação Lava Jato. Aécio Neves já é uma outra configuração, seus crimes, com ou sem delação já estão mais do que comprovados e a cadeia será o seu destino mais cedo ou mais tarde.

Às voltas com a Lava Jato Geraldo Alckmin se aborreceu com João Doria em viagem a Nova York, diz revista – Profissão Político



A Revista Veja revela na coluna Radar que o Governador de São Paulo não gostou de ser tratado como eminência parda do Prefeito de São Paulo, João Doria não conseguiu disfarçar sua alegria ao saber do escândalo envolvendo o Senador Aécio Neves. 

Ao se colocar como protagonista na política brasileira, tentando viabilizar seu nome como o único capaz de enfrentar Lula na atual conjuntura do país.

João Doria colocou Alkimin em segundo plano, já que o Governador também esta às voltas coma a corrupção da Odebrebrecht e da JBS
.

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

sábado, 20 de maio de 2017

“Cometeu o crime perfeito”, diz Michel Temer sobre delação da JBS em pronunciamento a Nação | Questão de audiência

A sobrevivência de Michel Temer à frente do governo vai aos poucos sendo minada por aliados que não enxergam mais no ex-vice decorativo condições morais para continuar na cadeira de Presidente. A Executiva Nacional do PSB decidiu, durante reunião na sede do partido na manhã deste sábado (20) em Brasília, que o partido romperá definitivamente com o governo Michel Temer. 

O PSDB, tão enrascado quanto Temer por conta das travessuras de seu presidente afastado, pode ser o próximo partido a deixar a base aliada. Ninguém no partido tem dúvidas em execrar o Senador Aécio Neves, suspeito de corrupção até quinta geração e principal causador das piores crises políticas da história recente do Brasil. Não esta descartado o desembarque de outras legendas ainda neste final de semana, uma vez que para os dirigentes partidários, Michel Temer não tem mais condições de ficar à frente do governo com tamanha impopularidade. 
 Leia também... “Cometeu o crime perfeito”, diz Temer sobre Joesley | EXAME.com - Negócios, economia, tecnologia e carreira

Visto como o maior traidor da história, Temer se agarra à faixa Presidencial e reclama de conspiração | Real Madrid CF Brasil

"Acredito que seja conspiração contra mim", disse Michel Temer a um aliado, depois de ter sido gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PDMB-RJ), que está preso em Curitiba.

O Brasil é governado por bandidos, tem congressistas que legislam em causa própria ou para interesses de corruptores que pagam pelas leis com o dinheiro público que deveria estar a serviço dos direitos básicos da população. O Brasil que um dia foi considerado o país do futuro nem percebeu que os larápios políticos estavam roubando esse futuro aos poucos e com muita força.


 

aecim
A delação de Joesley Batista e seus irmãos não é nenhuma surpresa para os brasileiros, todo mundo já esperava por ela, após as revelações da Odebrecht. A caixa preta do BNDES tem nome e sobrenome, atende pela alcunha de JBS Friboi e pode complicar a vida de vários ex-ministros, governadores, deputados, senadores, enfim, a vida dos políticos da nação que só pensam em suas próprias regalias e nas benesses que um mandato pode proporcionar, por dentro e por fora. 


 Leia mais... Maior traidor da história do Brasil, Temer se diz alvo de conspiração | Brasil 24/7

Se houver provas, acabou para Dilma: DELAÇÃO DEvastadora de MÔNICA MOURA NA LAVA JATO | Tribuna do Rei


Delação premiada dos marqueteiros João Santana e Monica Moura para lava jato.

Assim como vem ocorrendo com as delações que citam o ex-presidente Lula, agora a lama começa a subir para Dilma Rousseff, a acusadora Mônica Moura fala com segurança e propriedade de ações ilícitas as quais estão envolvidas grandes figuras da República. Marta Suplicy que abandonou o barco petista quando a casa começou a cair, se vê agora bastante enrolada na delação da marqueteira do PT, da mesma forma a Senadora Gleisi Hoffmann com seu belo narizinho arrebitado terá muito o que explicar caso as provas do que afirmou a delatora venham a tona neste mar de lama.
O Brasil se vê as voltas com denuncias graves, enquanto os integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário perdem tempo se atacando mutuamente, numa clara intenção de desviar o foco das acusações que por si só são gravíssimas. Mônica Moura e seu marido João Santana devem ter provas cabais que podem complicar a situação de Lula, Dilma, Gleisi, Marta, Lindberg e... 

Se houver provas, acabou para Dilma: DELAÇÃO DEvastadora de MÔNICA MOURA NA LAVA JATO | Tribuna do Rei


Delação premiada dos marqueteiros João Santana e Monica Moura para lava jato.

Assim como vem ocorrendo com as delações que citam o ex-presidente Lula, agora a lama começa a subir para Dilma Rousseff, a acusadora Mônica Moura fala com segurança e propriedade de ações ilícitas as quais estão envolvidas grandes figuras da República. Marta Suplicy que abandonou o barco petista quando a casa começou a cair, se vê agora bastante enrolada na delação da marqueteira do PT, da mesma forma a Senadora Gleisi Hoffmann com seu belo narizinho arrebitado terá muito o que explicar caso as provas do que afirmou a delatora venham a tona neste mar de lama.
O Brasil se vê as voltas com denuncias graves, enquanto os integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário perdem tempo se atacando mutuamente, numa clara intenção de desviar o foco das acusações que por si só são gravíssimas. Mônica Moura e seu marido João Santana devem ter provas cabais que podem complicar a situação de Lula, Dilma, Gleisi, Marta, Lindberg e... 

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Se achando João Dória esnoba ‘padrinhos’ políticos e diz que candidato é quem estiver melhor | Blog de Goiânia

Cristão novo no ninho Tucano, o populista Dória esta mesmo se achando, sem empolgar nas pesquisas como gostaria, ele esta satisfeito por ser o nome Tucano melhor avaliado pelos institutos, mas perdendo até mesmo para Jair Bolsonaro, o Prefeito de São Paulo acredita que se for ele o candidato ao Planalto terá que superar o fenômeno Luiz Inácio Lula da Silva, e até por isso, acorda pensando em Lula, passa o dia falando de Lula e vai dormir sonhando com Lula. 

Ao defender as prévias, Dória coloca em lados opostos quem foi citado em escândalos de corrupção e quem não foi, acreditando que suas ações midiáticas podem superar gestores como Geraldo Alkimin, Beto Richa ou Marconi Perillo. 
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, já deu sinais mais claros de que vai apunhalar seus padrinhos políticos, Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, na corrida tucana para subir a rampa do Palácio do Planalto em 2018. 

Recentemente em evento em Nova York, Doria mudou o discurso, mesmo estando na presença do Governador de São Paulo, ao invés de defender a candidatura dele como sempre faz desde que assumiu a Prefeitura da capital paulista, Dória se disse favorável à realização de prévias entre os tucanos e falou que o candidato da legenda será aquele com melhor melhores condições no momento: "O PSDB não vai fugir dessa missão. Será candidato do PSDB aquele que tiver melhor posição perante a opinião pública. Aquele que representa o interesse popular", afirmou sem mostrar nenhum receio em relação a Geraldo Alkimin.

Seguidores